Design sustentável ganha exposição.

Anamaria Rinaldi, iG São Paulo

Para encerrar o Ano da França no Brasil, o Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo, recebe a partir de hoje (30) a exposição “Saint-Étienne – Cité du Design”, que reúne propostas de design e arquitetura sustentável desenvolvidas por profissionais franceses.

A mostra, que já passou por Brasília, Rio de Janeiro e Curitiba, conta com 54 peças – entre obras inéditas e projetos vencedores da Bienal Internacional de Design Saint-Étienne de 2008 – , e tem como objetivo estimular a troca de ideias e experiências que mostrem como o design pode ser um importante aliado na obteção de energias renováveis e na preservação do planeta.

“O design sustentável busca meios de reaproveitar os materiais que seriam descartados, transformando-os em algo novo, e procura soluções para preservar nosso patrimônio natural”, afirma o arquiteto italiano Nicola Goretti, que ao lado da francesa Josyane Franc, assina a curadoria da exposição.

“No Brasil, o acesso ao design ainda é muito restrito e está ligado ao luxo. Não é algo democrático. Queremos mostrar com essa exposição que ele também pode ser uma ferramenta para melhorar a qualidade de vida das pessoas, sendo acessível a todos”, Goretti.

Preocupação ambiental inspira artistas

Na primeira etapa da mostra, a “Cité du Design”, estão reunidos painéis ilustrativos da cidade de Saint-Étienne, na França, considerada hoje um dos principais polos mundiais de design, ao lado de Milão.

“Temos diversas regiões onde se fabricam móveis no Brasil, mas isso não é produzir design”, afirma Goretti. “É preciso deixar de copiar o design de outros países e buscar inspiração na sua própria cultura. O Brasil precisa descobrir o seu próprio design.”

Na “Mini City Eco Lab” são apresentadas projetos inovadores para melhorar a qualidade de vida nas cidades e reduzir o impacto do homem sobre o planeta. Umas das propostas é o Recuperador de Chuva, que capta a água das chuvas antes que ela atinja o concreto, possibilitando o reaproveitamento na rega de plantas.

No terceiro módulo, o “Design Flight Number 10”, estão reunidas peças que valorizam o desenvolvimento sustentável, o reaproveitamento de materiais e a preservação do planeta. Caso do Relógio Citrus, de Anna Gram, um protótipo que funciona com a energia gerada pelo sumo do limão, e o lustre criado com potes de vidro e fios elétricos.

Outro destaque é a jardineira móvel, criada com tubos e conectores em PVC, que regula a umidade da terra de cada vaso com a retenção da água de chuva para irrigação.

Confira na galeria ao lado outros projetos criativos da mostra.

Matéria retirada do IG CASA.


Exposição Saint-Étienne – Cité du Design
Local: Centro Cultural Banco do Brasil
Abertura: 30 de novembro de 2009
De 01 de dezembro a 31 de janeiro de 2010
Horários: 3ª a domingo, das 10hs às 21hs
Entrada gratuita
Classificação: Livre

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: